Voluntários pintam edifício do CROA de Setúbal

Uma ação de voluntariado com a participação do Executivo e funcionários municipais ajudou nas obras, em curso, de beneficiação e ampliação do Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia de Setúbal.

A iniciativa, realizada nos dias 22 e 25 de maio, incidiu na pintura de um edifício que se encontrava em avançado estado de degradação, recuperado no âmbito da nova fase de obras que dá continuidade à ampliação e melhoria das condições de conforto e higiene do CROAC, que passa a designar-se Casa da Bicharada, preparada para acolher outros animais abandonados, além dos cães e dos gatos.

A ação contou com a visita e ajuda, na manhã do dia 25, do Executivo municipal, que tomou, igualmente, conhecimento do ponto de situação da operação em curso, liderada pela autarquia, num investimento superior a 110 mil euros.

O edifício alvo de pinturas no âmbito desta ação de voluntariado foi recuperado para acolher novas valências, designadamente animais de pecuária errantes, bem como uma sala específica para a recuperação de gatos de rua.

Neste edifício funcionará, igualmente, um pombal, uma sala de banho e tosquia para animais residentes e um novo espaço para acolher gatos que se encontrem incapacitados e não possam regressar à via pública.

A instalação de um novo recinto para alojamento em grupo, com uma capacidade total para cerca de 80 animais, é outra das principais ações desta operação de beneficiação e ampliação da Casa da Bicharada.

Acresce a este projeto de ampliação do CROAC – Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia de Setúbal a requalificação paisagística de todo o espaço, tornando-o mais sustentável e atrativo.

Com a ampliação e beneficiação do CROAC, instalado junto do Parque Municipal de Poçoilos, a autarquia prossegue a estratégia implementada nos últimos anos de apoio aos animais, que dá resposta às obrigações legais em vigor.

Além do aumento da capacidade de resposta do equipamento, é promovido um conjunto de novas soluções para o alojamento, em conformidade com o novo paradigma do bem-estar animal.

O incremento das condições de interação entre visitantes e animais, com o intuito de promover a sociabilização e o aumento da taxa de adoção, é também fomentado com este investimento camarário.

EnglishFrenchPortugueseSpanish