Encontro de Primavera da Associação do Perdigueiro Português

A Associação do Perdigueiro Português (APP) organizou nos dias 22 e 23 de maio, na localidade da Parreira, concelho de Chamusca, o seu Encontro de Primavera, exclusivamente dedicado ao Perdigueiro Português.

Apesar da época tardia e tendo, quer a Organização quer os Concorrentes, consciência das limitações que esta altura do ano apresenta para a realização deste tipo de evento, o Encontro foi altamente participado, contando com a presença de 54 exemplares.

No sábado foram disputadas provas de TAN, Juniores e Classe Aberta (Field Trial de Verão). No domingo disputaram-se apenas provas de Juniores e Classe Aberta (Field Trial de Verão).

Resultados de sábado, 22 de maio

Classe Aberta – Série A
Juiz: Paulo Vale e Paula Estrelo
9 exemplares inscritos
(3 qualificados, 2 não qualificados, 3 eliminados e 1 retirado)

Mário Brito com “Milonga da Ponta dos Corvos” e “Napolião da Ribeira Lima”

Classe Aberta – Série B
Juiz: Carlos Ferreira
10 exemplares inscritos
(3 qualificados, 3 não qualificados, 3 eliminados e 1 retirado)

Pedro Pereira com “Nuguet das Águas Mornas”


TAN – Série C
Juiz:
Rodrigo Silva
17 exemplares inscritos
(12 aptos e 5 não aptos)

(*) Apesar de na prova de TAN não haver classificação, a APP tem por tradição entregar um Troféu ao melhor exemplar considerado APTO no TAN que, neste caso, foi considerado ser o exemplar “Paco do Solar do Jamor”, Perdigueiro Português macho, de 16 meses, conduzido e propriedade de Vítor Maurício.

Vítor Maurício com “Paco do Solar do Jamor”

Juniores – Série D
Juiz: José Marques Pereira
12 exemplares inscritos
(9 qualificados, 2 não qualificados e 1 eliminado)

António Batista com “Pico da Serra de Bornes”

 

Resultados de domingo, 23 de maio

Como foi referido, quer a Organização quer os concorrentes tinham consciência das dificuldades inerentes à realização deste tipo de provas nesta época do ano.

No domingo, dia 23, as condições atmosféricas agravaram-se e, por uma conjugação de altas temperaturas com vento muito intenso e em constante de mudança de direção aliadas à existência de grande floração no terreno (típica desta época do ano), o que em muito dificultou o contacto dos exemplares com as peças de caça, não foi possível aos Juízes qualificar nenhum dos exemplares a concurso em Classe Aberta.

Classe Aberta – Série A
Juiz: Rodrigo Silva
10 exemplares inscritos
(2 sem ocasião, 3 não qualificados, 4 eliminados e 1 retirado)

Classe Aberta – Série B
Juiz: Paulo Vale
10 exemplares inscritos
(5 não qualificados, 4 eliminados e 1 retirado)

Juniores – Série C
Juiz: José Marques Pereira e Paula Estrelo
13 exemplares inscritos
(6 qualificados, 6 eliminados e 1 retirado)

Correia da Silva com “Poeta II do Choupal”

Por: Rodrigo Silva
Fotos cedidas pelos proprietários.

 

 

EnglishFrenchPortugueseSpanish