Há uma nova escultura inspirada no Cão de Castro Laboreiro

Foi inaugurada, a 2 de julho, na Vila de Castro Laboreiro, uma escultura do nossa raça autóctone Cão de Castro Laboreiro, que observa o que o rodeia a partir da serra.

Albano Martins (PT, 1971) apresentou esta obra produzida no âmbito do Programa de Intervenções Artísticas e Comunidade “No Minho, não há aldeia melhor do que a minha!”.

O artista esteve em residência artística na aldeia de Castro Laboreiro, em Melgaço, onde criou uma escultura inspirada no Cão de Castro Laboreiro, uma das raças caninas mais antigas da Península Ibérica

Este projeto é promovido pelo consórcio MINHO IN que integra os 24 municípios do Minho e tem curadoria de Helena Mendes Pereira.

O projeto de residências artísticas “No Minho, não há aldeia melhor do que a minha!” pretende desafiar artistas a criar obras de arte em espaço público, privilegiando contextos rurais ou aldeias dos 24 municípios do Minho.

A coordenação artística e de comunicação encontra-se a cargo da Fundação Bienal de Arte de Cerveira e da zet gallery.

Fotografias retiradas da página oficial de Facebook do Município de Melgaço.

CLIQUE PARA IR PARA A PÁGINA DA RAÇA CÃO DE CASTRO LABOREIRO

EnglishFrenchPortugueseSpanish