30 de abril | Dia Mundial da Medicina Veterinária

No âmbito do Dia Mundial da Medicina Veterinária que se celebra hoje, 30 de abril, a Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) destaca a contribuição da profissão Médico-Veterinária para a saúde dos animais, das pessoas e do meio ambiente, e a importância de manter a sua saúde e bem-estar pessoais.

Jorge Cid, Bastonário da OMV refere: “A profissão de Médico Veterinário é profundamente gratificante, mas implica um esforço físico e psicológico muito desgastante. O stress, burnout e outros problemas de saúde aumentaram nos últimos anos junto da classe Médico-Veterinária e agravaram-se durante a pandemia”.

“A resiliência não é um problema isolado que diz apenas respeito aos Médicos Veterinários. Requer o apoio do governo e de entidades competentes, instituições/associações para garantir acompanhamento, formação, orientação e mentoring adequados aos profissionais de Medicina Veterinária. Esta é uma data para reforçar a importância do papel crítico e da capacidade da profissão médico-veterinária para enfrentar os desafios de saúde e bem-estar e as pressões diárias a que está sujeita, e destacar o reconhecimento que esta nobre profissão merece”.

A profissão de Medicina Veterinária apresenta uma taxa de suicídio das mais elevadas, quando comparada com outras profissões. Encontra-se entre as que apresenta um elevado nível de desgaste, agravado pela pandemia, conforme demonstra o estudo VetsSurvey 2020 que analisou os níveis de stress na profissão Médico-Veterinária em todo o mundo, destacando que Portugal (87%) tem dos níveis mais altos.

EnglishFrenchPortugueseSpanish