O Groenendael ao serviço da comunidade

Os Groenendael começaram a ser utilizados como elemento policial durante a primeira década do século XX pelas polícias da Bélgica (principalmente em Bruxelas), França e EUA, em Nova Iorque e distritos limítrofes como Newark e Nova Jersey.

Eram também utilizados nas patrulhas de fronteira pela Europa servindo para vigia e captura dos contrabandistas.

Os Groenendael distinguiram-se nos campos de batalha das duas Guerras Mundiais como cães mensageiros, cães da Cruz Vermelha e cães de defesa, manobrando inclusivamente algumas máquinas.

Finda a II Guerra Mundial o interesse pela raça continuou a crescer, e começaram a ser utilizados em busca e salvamento, como cães-guia e cães de assistência.

Estes cães destacam-se em provas de defesa, polícia, ring, sendo magníficos a seguir rastos e grandes especialistas em atividades como cão de catástrofe, cão de corpo de saúde militar, droga e explosivos, etc.

Por: Cristina Queimado do afixo “Terras do Pó”

 

Clique AQUI para voltar à página da raça Cão de Pastor Belga Groenendael

EnglishFrenchPortugueseSpanish