Os 8 pontos essenciais da pelagem do Yorkshire Terrier

Na raça Yorkshire Terrier é de extrema importância a qualidade, textura e cor da pelagem. A coloração e a textura de pelo de um Yorkshire são únicas e podem ser consideradas quase como a “imagem de marca” da raça.

A coloração e a textura do pelo de um Yorkshire Terrier é uma tarefa árdua e bastante difícil de conseguir mesmo entre bons criadores, requerendo um trabalho exigente e contínuo pela sua preservação e manutenção.

O estalão diz-nos que o pelo do Yorkshire deve ser comprido (sem nunca impedir o movimento), liso e brilhante, fino e de textura sedosa, nunca lanoso ou com subpelo.

Explicamos de seguida, com fotografias, os 8 pontos essenciais da pelagem do Yorkshire Terrier.

A pelagem do Yorkshire Terrier pode demorar até 3 anos a crescer. (“JH PT GI, CH PT Kentauro Alfa Neon Smurf” – Prop. Elsa Jacinto)

Ponto 1
A pelagem tem um crescimento contínuo

O Yorkshire possui uma pelagem de crescimento contínuo, não faz mudas de pelo e o seu pelo é parecido com o cabelo humano. Normalmente o seu ritmo de crescimento é de cerca de 1 cm por mês.

Pode demorar até 3 anos para que a sua pelagem cresça e se encontre em perfeitas condições.

Cachorro Yorkshire Terrier com dias. (Afixo "Lizandro's Dream)
Cachorro Yorkshire Terrier com 1 mês. (Afixo "Lizandro's Dream)
Cachorro Yorkshire Terrier com 45 dias. (Afixo "Lizandro's Dream)
Cachorro Yorkshire Terrier com 3 meses. (Afixo "Lizandro's Dream)

Ponto 2
Um cachorro nasce preto com marcas cor de fogo

Um cachorro nasce preto, por norma com marcas cor fogo no focinho, por cima dos olhos, parte interior das pernas, ao redor das patas, na parte interior das orelhas e na parte inferior da cauda, sendo que a sua pelagem é tipicamente macia ao toque.

Com o crescimento, estas marcas douradas na cabeça vão aumentando até o crânio ficar todo com uma pelagem dourada e com uma coloração mais intensa.

Por vezes, é normal que alguns cachorros nasçam com uma pequena marca de pelos brancos no peito. Porém, e segundo alguns criadores, não é desejável que essas marcas sejam de tamanho superior a 1 cm. É também possível que essa marca branca possa ser encontrada na ponta de um ou mais dedos das patas. Pode ainda verificar-se, cachorros que nasçam com uma unha ou mais, branca. Estas marcas tendem a desaparecer com a idade, normalmente ao fim de poucos meses.

A coloração preta irá mudar para o azul aço com o crescimento. Esta é uma mudança gradual, pela diluição dos genes e um processo que pode levar até 2 anos até que surja o tão esperado azul aço brilhante.

A coloração correta do Yorkshire é azul aço metálico escuro. (“JH PT GI, CH PT Kentauro Alfa Neon Smurf” – Prop. Elsa Jacinto)

Ponto 3
A cor correta é azul aço metálico escuro

A coloração do corpo, desde o pescoço (occipital) até à cauda deve ser de cor azul aço metálico escuro, brilhante, claramente diferenciada da tonalidade prata que é considerada incorreta. Na cauda o tom azul aço deverá ser mais escuro que no restante corpo.

A ter em consideração, que a correta coloração do Yorkshire é azul aço metálico escuro, onde o surgimento de pelos de outras colorações, nomeadamente, castanhos, pretos ou brancos é severamente penalizado.

A cabeça do Yorkshire deve ser dourada. (“JH PT GI, CH PT Kentauro Alfa Neon Smurf” – Prop. Elsa Jacinto)

Ponto 4
A cabeça deve ser dourada (tan)

No que respeita à coloração da cabeça, é importante referir que o dourado (tan) da mesma deve possuir uma intensidade idêntica à cor de uma aliança de casamento de ouro de 22 quilates e, idealmente, que seja uma cor mais intensa na raiz e que gradualmente se torne mais clara até às pontas.

Na cabeça e pernas a coloração deve ser um dourado (tan) intenso, sedoso e brilhante. Deve encontrar-se uma pelagem dourada mais escura na parte lateral da cabeça, base das orelhas e início do focinho, sendo por norma de cor mais ligeira nas pontas e mais escura na raiz. Tal como sucede no corpo, também na cabeça, o dourado não se deve encontrar misturado com pelos de outras cores, nomeadamente, pretos ou brancos.

Ponto 5
Com a idade a cor torna-se mais clara

Um aspeto importante a ter em atenção nesta raça, é o facto de que com a idade a coloração do Yorkshire vai-se tornando mais clara.

Não podemos querer um cão de 8 anos com a mesma coloração de um de 2 anos. Este é um aspeto característico na raça e não deve ser encarado como um desvio ao estalão.

A textura do pelo do Yorkshire é sedosa e brilhante. (“Rif-Raf Wild Fantasy” – Prop. Elsa Jacinto)

Ponto 6
A textura do pelo é sedosa e brilhante

Temos de ter em consideração que para se conseguir a cor adequada é necessário a textura adequada, uma vez que estes fatores se encontram relacionados.

A pelagem do corpo do Yorkshire Terrier deve ser brilhante, perfeitamente lisa e sedosa, fria ao toque e um aspeto importante é que consiga refletir a luz. Ao refletir a luz, deve conseguir reproduzir um brilho metálico. Esta tonalidade é distinta da cor prateada, que não é desejável.

Exemplar com pelagem lanosa. (imagem retirada da Internet)

Ponto 7
A pelagem não deve ser lanosa

Existem exemplares com a pelagem lanosa, quase como algodão, alguns com subpelo, com um pelo denso e macio. Estas pelagens possuem pouco brilho, são mais opacas e não refletem a luz, e geralmente tendem a ter um crescimento mais lento. Esta coloração não é desejável, deve ser penalizada e um cão que apresente essa característica, obviamente não deve reproduzir.

Exemplares com coloração incorreta, fora do estalão da raça. (imagens retiradas da Internet)
Exemplares com coloração incorreta, fora do estalão da raça. (imagens retiradas da Internet)

Ponto 8
Todas as restantes cores são incorretas

Encontramos cães com pelagens onduladas, prateadas ou com outras colorações distintas (branco, preto, merle, dourado, castanho/chocolate no corpo) muitas vezes apelidados como particolours e/ou exóticos, por criadores pouco éticos, pouco responsáveis e pouco conhecedores da raça.

Estas colorações são incorretas, estão fora do estalão da raça e, como tal, criadores sérios, éticos e responsáveis não irão reproduzir com esses exemplares.

Vamos respeitar o estalão e a raça!

Obviamente que a coloração de um cão não tem influência sobre se este é ou não um bom animal de companhia, pois mesmo fora do estalão, continuam a ser leais companheiros, que merecem ser respeitados.

No entanto, a sua reprodução é completamente desaconselhada. Todo o criador ético, tem por objetivo a preservação e o aperfeiçoamento da raça e não a sua destruição.

Atualmente existe alguma confusão relativamente à coloração do Yorkshire, mas apenas uma coloração é aceite pelo estalão da raça: um Yorkshire Terrier deve ser azul aço e dourado, e nada mais!

Por: Elsa Jacinto do afixo “Lizandro’s Dream”

LEIA TAMBÉM
» Há vários tamanhos de Yorkshire Terrier?

Clique AQUI para ir para a página da raça Yorkshire Terrier.

 

EnglishFrenchPortugueseSpanish