Porque é que os cães perseguem a cauda? 8 razões possíveis

Os nossos cães têm vários comportamentos que nos fazem pensar qual a sua razão de ser, por exemplo, andar às voltas antes de se deitarem, tentarem apanhar moscas fictícias, lamber o chão ou ficarem a olhar para nós enquanto fazem as suas necessidades.

Um dos comportamentos mais estranhos é ver um cão a correr freneticamente em círculos a tentar abocanhar a sua própria cauda. Pode parecer uma mera brincadeira, mas na realidade existem vários motivos para este comportamento.

Este é um comportamento normal?
É normal o cão perseguir a sua cauda de vez em quando, mas se essa situação for repetitiva, acontecendo diariamente e várias vezes, pode ser um comportamento obsessivo ou de saúde.
Se verificar que este comportamento é recorrente, é sempre aconselhável que fale com o seu médico veterinário. Entretanto, deixamos 8 razões possíveis para esta situação estar a ocorrer.

1. Descobrir o corpo
Em cachorro, este é um comportamento normal, pois é uma fase de descoberta do seu corpo e do que o rodeia. Quando conseguir abocanhar a sua cauda e sentir dor, provavelmente fica por aí.

2. Os cães seniores
Também os mais velhotes podem começar a exibir este comportamento, neste caso porque há uma diminuição da perceção do seu próprio corpo. Além disso, começam a perder faculdades e podem começar a exibir comportamentos repetitivos.

3. Conseguir a atenção dos donos
Se o seu cão se apercebe que quando corre em círculos tem a sua atenção, quer seja porque se ri ou o repreende, o dono pode estar a reforçar o comportamento.
Nesta situação o melhor é interromper o que o cão está a fazer redirecionando, por exemplo, para uma brincadeira a dois com uma bola.

4. Stress e aborrecimento
Um cão que está sempre aborrecido ou stressado, sentindo-se sozinho ou negligenciado, pode começar a exibir este comportamento. É essencial suprir as suas necessidades básicas, mas também ter tempo para lhe dar atenção, proporcionar exercício e socializá-lo com outros cães e pessoas.
Se o seu cão não tem nada nem ninguém com quem brincar, pode perseguir a sua própria cauda para se entreter. Neste caso, o enriquecimento ambiental do espaço onde permanece mais tempo sozinho, com brinquedos e comedouros interativos, por exemplo, pode fazer toda a diferença.

5. Comportamento obsessivo
Tal como as pessoas, os animais podem sofrer de Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC). Independentemente da razão, o TOC torna-se um problema quando um cão caça ou rói a sua cauda para sentir alívio ou conforto. Inclusive, pode magoar-se seriamente por não deixar a cauda sarar, levando à necessidade de amputar a cauda.

6. Tem um problema de saúde
Se o seu cão começar a exibir este comportamento de forma repentina pode estar com um problema de saúde, como disfunção cognitiva, epilepsia, problemas na coluna, ou mesmo estar parasitado.

7. Tem pulgas
Se o cão tem pulgas, por exemplo, é normal tentar coçar-se e perseguir a sua cauda para mordiscar, aliviando a comichão e o incómodo que sente.

8. Precisa de esvaziar as glândulas anais
Outra situação é a necessidade de esvaziar as glândulas anais, pode parecer que está a tentar apanhar a cauda, mas na realidade o cão está a tentar alcançar e coçar o seu rabo. Outro comportamento que costumam fazer neste caso é arrastar o rabo pelo chão. Fale com o seu groomer ou com o médico veterinário.

EnglishFrenchPortugueseSpanish