8 Dicas | Tratar do pelo do cão durante a quarentena

Apesar dos serviços de Grooming profissional estarem encerrados, o cuidado do pelo do seu cão não deve ser descurado. Seguem algumas dicas sobre o que pode fazer em casa.

Dica 1
Dar banho ou não, eis a questão!
A frequência do banho vai depender do tipo de pelo que o seu cão tem. Claro que preferimos que espere por uma ida ao Groomer para o seu cão tomar banho, mas há casos que não devem esperar tanto tempo!

» Se o seu cão tem o pelo de crescimento contínuo deve dar-lhe banho com uma frequência semanal ou pelo menos quinzenal. Neste grupo estão incluídos os cães de raças como o Yorkshire Terrier, o Bichon Maltês, o Shih Tzu ou o Caniche.
A razão para esta frequência está no facto de a sua renovação ser tão lenta que dá a sensação que nunca cai, como o nosso cabelo. Por causa disto, as células mortas, sujidade e sebo antigo não cai como num cão que efetivamente deita pelo todos os dias. O sebo acumulado incomoda e dá comichão ao cão.

» Se o seu cão tem um tipo de pelo que cai com frequência, pode espaçar mais os banhos e tentar o banho em casa apenas se achar mesmo necessário. Nesta fase deve optar por escovar pelo menos 2 a 3 vezes por semana, de modo a que a sujidade não se acumule. Pode utilizar toalhitas, spray condicionador ou champô seco para ajudar o processo.

» Se o pelo for raso, como um Boxer, Pit Bull, Bulldog Inglês ou Bouledogue Francês, deve utilizar uma escova de remoção de pelo morto fina ou luva de borracha.

» Se o pelo tem um pouco mais de densidade, como um Retriever do Labrador, Golden Retriever ou Cão de Pastor Alemão, deve utilizar uma cardadeira.
Se o objetivo for uma remoção de pelo mais intensa use uma escova de lâminas espaçadas (king coat). Esta remoção maior não precisa ser feita mais que uma vez por semana ou mesmo quinzenal.

» Se o pelo é cerdoso, como um Jack Russel Terrier, Teckel ou Podengo (todos nas suas versões de ‘’pelo de arame’’), pode usar uma escova de lâminas finas (king coat de 20 lâminas), mas não mais que uma vez a cada 15 dias.

Dica 2
Cuidados no banho
» O banho deve ser com champô hidratante e condicionador.
» A água deve estar a uma temperatura tépida. Lembre-se que se for confortável para a sua mão, é confortável para o cão.
» Deixe a cabeça para o fim. Assim vai evitar que o cão se abane durante o banho. Se não se sentir à vontade para lhe lavar a cabeça, não o faça. Mais vale um cão 90% lavado do que um acidente.
» Evite esfregar a toalha no cão, para não enrolar o pelo. Acomode-o numa toalha e seque com secador de cabelo, enquanto escova ao mesmo tempo.
» Se o pelo tem comprimento, além do banho, a manutenção inclui a escovagem diária, com spray condicionador. Se o pelo for liso, com escova e pente; se o pelo for encaracolado, com cardadeira.
» Se tiver nós, retire-os antes do banho, de preferência com ajuda de um spray desembaraçante. Se for demasiado para o seu cão, dê-lhe banho no dia seguinte.
» Se os nós forem de tal forma abrangentes que cubra uma boa porção do corpo do cão, não lhe dê banho, pois não será possível secar e a humidade irá ficar retida junto à pele.

Dica 3
Depois de ir à rua
Quando chegar a casa do passeio, limpe as patinhas do seu cão com água e champô de cão. Pode preparar duas tinas à entrada de casa, uma com o champô diluído e outra com água limpa, emergindo as patinhas por essa ordem. De seguida limpe bem com uma toalha.
Se for um cão mais difícil de ser manuseado nas patinhas, opte por toalhitas para cão ou champô seco. Pode molhar as toalhitas de forma a fazerem espuma. Não precisa passar por água.

Dica 4
Use sempre produtos para animais!
Apesar de existirem alguns produtos que não fazem propriamente mal à pele dos nossos cães, não é altura para experiências. Queremos evitar as idas ao veterinário enquanto estamos nesta fase de quarentena, pois devem ser apenas em caso de emergência ou para seguimento de patologias já existentes.
Felizmente, as lojas de animais podem continuar a fornecer produtos e a maioria até entrega em casa. Antes de ir à Pet Shop ou fazer a encomenda, fale com o seu Groomer para saber qual o champô, toalhitas e escova/pente mais aconselhável.

Dica 5
Fazer a ‘’manicure’’!
Cortar as unhas exige algum conhecimento e é algo que não queremos de todo que os donos façam em casa. Se não está à vontade com este processo, não arrisque! As unhas sangram a sério e o seu cão pode ficar verdadeiramente chateado.
Em vez disso use uma lima (esta sim, pode ser de humanos) de preferência de metal. Lime primeiramente as pontas até arredondar e depois lime as laterais até um ponto confortável para o cão.

Dica 6
Limpeza de ouvidos e olhos
No caso do seu cão ser saudável, esta manutenção também pode ser facilitada por produtos disponíveis.
Limpe as orelhas e o ouvido externo com toalhitas para cão. Evite produto líquidos, já que pode deixar demasiada humidade no ouvido. Se o seu cão tem alergias ou otite crónica, utilize o produto recomendado especificamente para o seu cão pelo médico veterinário assistente.
No caso dos olhos deve usar toalhitas específicas para esta área ou líquido anti manchas no caso de cães que criam manchas pela lágrima. No caso de cães com pelo comprido, use um pente muito fino, tipo pente de piolhos, para retirar a lágrima que possa ficar colada no canto do olho.

Dica 7
Mantenha as tesouras longe!
Sabemos que está habituado a ver sempre o seu cão aparadinho, mas estamos numa fase atípica e terá de ter paciência. Mesmo os profissionais não estão livres de dar um golpe no seu cão. Afinal de contas, são objetos afiados e um alvo móvel!
Por isso não arrisque, nenhum Groomer vai achar que você foi negligente quando voltar ao trabalho e ver o seu cão com uma franja como a cantora Sia. Desde que o mantenha limpo e livre de nós, o penteado é agora secundário.

Dica 8
Seja Positivo!
Depois de qualquer manutenção de pelagem, recompense o seu cão!
Dê-lhe alguns dos seus biscoitos favoritos, mas não abuse! Os passeios estão mais curtos, por isso fazem menos exercício e deve mantê-lo num peso saudável.

Qualquer dúvida que tenha, telefone ao seu Groomer. Decerto que este terá todo o gosto em o ajudar. Afinal de contas, conhece o pelo do seu cão e poderá aconselhá-lo melhor.
Seja paciente, fique em casa, se possível, e espere ansiosamente que o seu Groomer possa voltar a abrir a porta, mais forte que nunca!

Por: Iolanda Rodrigues, Groomer
Urban Pets

EnglishFrenchPortugueseSpanish