Palmela | Detido por violência doméstica e maus-tratos a animais de companhia

O Comando Territorial de Setúbal, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas de Setúbal, deteve no dia 10 de março um homem de 31 anos, pelo crime de violência doméstica e de maus-tratos animais de companhia, na Quinta do Anjo, Palmela.

No Comunicado, é explicado que “na sequência de uma investigação que decorria há cerca de dois meses pela prática do crime de violência doméstica, foi possível apurar que o suspeito agrediu a sua ex-companheira” e “verificar que o agressor se dedicava à criação de canídeos de raça American Bully, para posterior comercialização, não tendo habilitação ou certificação para o efeito”.

“No âmbito dos maus-tratos a animais de companhia, para além das condições de habitabilidade, foi possível detetar a existência de três canídeos enterrados, já em elevado estado de decomposição, cujos cadáveres serão encaminhados para a Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa, para serem sujeitos a necropsia”, explicam.

Foram apreendidos 16 cães, diverso material cirúrgico, fármacos, um revólver e chumbos de 4.50 mm.

Esta ação contou com o reforço da Secção de Informações e de Investigação Criminal de Setúbal, do Destacamento Territorial de Palmela bem como colaboração da Médica Veterinária de Palmela e do Centro de Recolha Oficial de Animais de Palmela.

O detido permanece nas instalações da Guarda, sendo presente hoje, dia 11 de março, no Tribunal Judicial de Setúbal para aplicação de medidas de coação.

Atualização

Em aditamento ao Comunicado anterior, a GNR informa que, após ter sido presente no Tribunal Judicial de Setúbal, no dia 11 de março, o detido foi sujeito às seguintes medidas de coação:
– Proibição de contacto com a vítima;
– Afastamento da residência;
– Proibição de posse de arma;
– Proibição de detenção/posse de animais de companhia;
– Apresentações semanais em posto policial.

Fonte: GNR Setúbal

EnglishFrenchPortugueseSpanish