Novo Clube da raça Epagneul Pequinês

O Clube Português do Cão Epagneul foi criado por Jéni Cruz, Eduardo Marques Fernandes, António Cruz e Maria Cruz, tendo sido ratificada a filiação deste no Clube Português de Canicultura na Assembleia Geral de 23 de novembro.

Orgãos sociais
Direção: Presidente Jéni Cruz, vogais Carlos Manuel Quelhas e Maria Cruz
Conselho Fiscal: Presidente António Cruz, vogais Inês Quelhas e Gonçalo Quelhas
Assembleia Geral: Eduardo Marques Fernandes, vogais Mafalda Gomes e Bruna Lacerda

Carlos Manuel Quelhas e Jéni Cruz

Os objectivos do Clube são os seguintes:

Um – Coordenar, fomentar, apreciar tudo o que se relaciona com a raça canina Epagneul Pequinês, nomeadamente, instituir os meios de controlo necessários para a manutenção do estalão, controlo de ninhadas, meios de diagnóstico médico-veterinários e estabelecer contactos com os clubes congéneres estrangeiros.

Dois – Para atingir os seus objectivos a Associação exercerá as suas actividades de acordo com os estatutos e regulamentos, regras e directivas do Clube Português de Canicultura e empregará todos os meios que a Direção julgue necessários, dentro das normas vigentes e especialmente as seguintes:

Dentro das possibilidades financeiras da Associação, publicação de artigos, folhetos e revistas que tratem fundamentalmente de assuntos que dêem a conhecer, apreciar e difundir melhor a raça, assim como, requerer a colaboração de técnicos e especialistas reconhecidos, de todos os associados, criadores e aficionados da raça;

Enviar gratuitamente a todos os juízes nacionais da raça as publicações que efetue;

Formação e proposta de juízes competentes da raça Epagneul Pequinês, para serem habilitados posteriormente pelo Clube Português de Canicultura;

Concessão de prémios especiais aos melhores exemplares e lotes de cria expostos pelos associados nas diversas manifestações caninas, patrocinadas pela Associação, pelo Cube Português de Canicultura ou Associações afins, a fim de incentivar a criação da raça;

Organizar Exposições da raça no quadro de Exposições Caninas de todas as raças ou não, realizadas pelo Clube Português de Canicultura ou, então, devidamente autorizadas por este;

Registar em forma de listagem os machos reprodutores;

Reconhecimento do Livro de Origens Português como livro oficial de origens em Portugal e dos livros oficiais reconhecidos pela FCI;

Publicar com tradução para português o standard oficial da raça, homologado pela FCI;

Estabelecer e difundir comentários ao standard, extensíveis aos juízes da raça;

10º Organizar reuniões e encontros, tendo em vista favorecer a relação entre associados, ajudá-los e guiá-los na criação;

11º Colaborar com o Clube Português de Canicultura, assim como com todas as Associações Nacionais e Internacionais de diversas raças;

12º Em geral, aplicar medidas técnicas que se considerem necessárias para favorecer a evolução da raça Epagneul Pequinês em Portugal.

A Associação será constituída por todos os interessados que reúnam requisitos necessários a alcançarem a qualidade de associados, sem limitação de número, desde que aprovados.

O Clube pode ser contactado pela sua página de Facebook:
www.facebook.com/portugalclubepequines/

O Clube já procedeu à tradução do estalão da raça para a língua portuguesa, alinhavando os últimos preparos para proceder à sua publicação.

EnglishFrenchPortugueseSpanish