Taça de Portugal de Obedience 2019

Decorreu em Barcelos, no fim-de-semana de 16 e 17 de novembro, a 2ª edição da Taça de Portugal de Obedience, organizada pelo Clube Português de Canicultura, por intermédio da sua Subcomissão da modalidade.

Os julgamentos ficaram a cargo do reputado juiz belga Rudy Cattrysse, e o comissariado a cargo do experiente Arménio Cunha, de Guimarães, coadjuvado pela algarvia Rita Luis. Na mesa estiveram Teresa Vasconcelos e Marco Oliveira.

O juiz Rudy Cattrysse, Rita Luis (ajudante), Teresa Vasconcelos (organização e mesa) e Arménio Cunha (comissário principal).

Inscreveram-se para a prova 13 binómios, oriundos de norte a sul do país, divididos entre Classe 1 (10 conjuntos) e Classe 3 (3 binómios), que tiveram excelentes prestações, no magnífico ringue da Quinta de Santa Comba, que a família Campos gentilmente cedeu para o efeito.

No que toca à competição individual, realizada no sábado, os resultados foram os da tabela abaixo.

Competição individual – Pódio da Classe 1

 

Competição individual – Pódio da Classe 3

No domingo desenrolou-se a prova por equipas, da qual saiu vencedora a Associação Vimaranense Super Cães, com 239,11 pontos, composta por Filipe Lopes com “Piko”, Ariel Vidal com “Balu e Marco Silva com “Grim”.

A equipa vencedora da Associação Vimaranense Super Cães com o juiz Rudy Cattrysse.

Em 2º lugar com 217,30 pontos ficaram “Os Solidários” pela qual competiram Manuel Andrade e “Sylar”, Marco Oliveira e “Lucky”, bem como Paulo Alves e “Boyy”.

A equipa Os Solidários, com o juiz e o comissário principal.

O juiz da prova elogiou muitas das prestações que pode avaliar, como bem o comprovam os merecidos 6 Excelentes que atribuiu, 4 Muito Bom e 6 Bom, tendo havido apenas 2 Não Qualificados.

Por: Subcomissão de Obediência do CPC

EnglishFrenchPortugueseSpanish