As cores do Schnauzer Miniatura

Começo por descrever a pelagem do Schnauzer Miniatura, que apresenta duas camadas de pelo. Uma junto ao corpo, mais lanosa, designada por subpelo. A outra, é uma camada exterior de pelo duro.

A pelagem das barbas e patas, nunca é tão dura quanto o pelo do dorso. O pelo macio no dorso é totalmente indesejável. No dorso, ombros e coxas o pelo é apresentado curto, duro e “agarrado” ao corpo. Nas patas e na zona do ventre o pelo é deixado um pouco mais longo.

Existem quatro cores nesta raça:
– Preto;
– Sal e Pimenta;
– Preto e Prata;
– Branco.

O Preto e Prata e o Sal e Pimenta, têm marcações na pelagem muito semelhantes. Mas o Sal e Pimenta é uma mescla acinzentada na zona dorsal, enquanto que o seu “irmão” é preto sólido, com marcações prateadas nas patas, barbas, sobrancelhas e zona frontal dos ombros.

Preto (com subpelo preto)

Sal e Pimenta

Nos exemplares Sal e Pimenta, o objetivo é uma mescla acinzentada com uma distribuição uniforme, bem pigmentada e subpelo cinzento. É permitido todos os tons de cinza escuro a cinza prateado. Em todas as variações de cores deve ter uma máscara escura, que se deve adaptar harmoniosamente à respetiva cor. Marcas distintas mais claras na cabeça, peito e membros são indesejáveis.

Preto e Prata

Nos exemplares Preto e Prata, o objetivo é ter capa preta com subpelo preto, e marcações brancas por cima dos olhos, nas bochechas, na barba, na garganta, em dois triângulos na frente do peito, na frente dos membros dianteiros, nas patas, na parte interna dos membros traseiros e em redor do ânus. A testa, o pescoço e a parte exterior das orelhas devem ser pretos como a capa.

Branco (com subpelo branco)

De acordo com o estalão da raça, é considerado falta:
• Pelo muito curto, muito longo, macio, ondulado, desgrenhado, sedoso.
• Subpelo castanho.
• Uma risca preta nas costas ou uma sela preta.
• No Preto e Prata, os triângulos no peito não serem claramente separados.

No que diz respeito ao cruzamento de cores, houve uma evolução importante por parte da Federação Cinológica Internacional (FCI).

Hoje, a FCI incentiva o cruzamento entre cores, excetuando entre Preto e Prata, e Sal e Pimenta. Porém esta prática estará sempre sujeita a aprovação por parte dos Clubes de cada país. A cor preto é dominante.

Ao longo dos anos a proibição do cruzamento entre cores, tem feito com que a consanguinidade tenha aumentado, não de uma forma grave, pois a maioria dos criadores tem sabido gerir essa situação.

O facto é que com esta abertura, as linhas de sangue com que cada criador trabalha poderão ser realizadas de uma forma mais abrangente, não descorando os defeitos que qualquer cão, independentemente da cor, possa ter.

Nos cães Sal e Pimenta, é preciso ter algum cuidado, pois há exemplares que sendo tão escuros, estão muito próximos do Preto e Prata.

No continente americano e em Inglaterra, o cruzamento entre cores sempre foi permitido. Assim, quando trabalhamos com estas linhas de sangue, é comum nascerem cachorros com cores diferentes entre si, de uma mesma ninhada em que os progenitores são da mesma cor.

Por: Nuno Passos do afixo “Red Ninnos”
Fotos: DOGS PT magazine

Clique AQUI para voltar à página da raça Schnauzer Miniatura.

EnglishFrenchPortugueseSpanish