A história do Epagneul Bretão

Existe alguma polémica relativa à origem do Epagneul Breton, que se baseia no facto deste ter ou não origens espanholas. Muitos tentam provar que esta teoria não é correta, embora haja relatos que afirmem o contrário.

Conta a história da raça que estes magníficos cães são o resultado de cruzas entre cães de raça Spaniel e Setter. Assim, foi a partir destes que surgiu na Bretanha o “Chien de Bretagne” (Cão da Bretanha), termo que surgiu pela primeira vez na lista de raças francesas por volta de 1910. Só depois passou a ser denominado como Epagneul Breton.

No entanto, nos países de língua inglesa são conhecidos como Brittany Spaniel ou apenas como Brittany, sendo o segundo mais correto, pois esta raça, enquanto cão de caça, apresenta características de cão de aponte e não tanto de Spaniel.

Os cães conhecidos como Bracos da altura eram também extremamente populares junto dos caçadores, pelo que, a sua presença na genealogia desta raça é também uma possibilidade.

Apesar de alguma controvérsia na história da origem desta raça a verdade é que o resultado final é um cão adorado pelos quatro cantos do mundo.

Afirma-se que o primeiro cão Spaniel francês a nascer anuro resultou do cruzamento entre um Spaniel e um Setter, e esta característica começou a ser selecionada em detrimento dos que nasciam com cauda.

Mais tarde, decidiu-se que os segundos também poderiam ser registados no Livro de Origens Francês, desde que as suas caudas fossem amputadas bastante curtas. Este procedimento está diretamente relacionado com a prevenção de ferimentos sofridos nas caudas durante as caçadas que se tornam extremamente dolorosos para o cão e podem mesmo levar a uma necessidade de amputação tardia na mesma.

Segundo a literatura, sabe-se que o primeiro estalão oficial da raça resultou de uma reunião organizada em 1907 por Arthur Enaud, M. de Fougères e Dr. Gastel, em Loudeac, França. Na qual também foi formado o primeiro Clube do Epagneul Breton. Até então os cães que se assemelhavam ao Breton eram apresentados juntamente com todos os Spaniel franceses.

Atualmente, de acordo com a Federação Cinológica Internacional, o Epagneul Breton pertence ao Grupo 7 – Cães de parar. Em França dividem ainda o julgamento dos Bretons laranja e branco dos exemplares das restantes cores.

Por: Sílvia Moreira do Afixo “Coração Leal”

Clique AQUI para ir para a página da raça Epagneul Bretão.

EnglishFrenchPortugueseSpanish