Matosinhos | Parque Canino da Seara

No dia 4 de outubro, Dia Mundial do Animal, foi inaugurado o Parque Canino da Seara, encerrando a Semana do Animal, durante a qual o CROAM – Centro de Recolha Oficial de Animais de Matosinhos deu a conhecer o trabalho desenvolvido na defesa e proteção animal.

“Em boa hora, Matosinhos aceitou o desafio do Governo de descentralização de competências no que respeita à proteção dos animais. Esta Semana do Animal demonstra bem o trabalho que temos vindo a desenvolver em articulação com várias associações e entidades de defesa e proteção animal”, afirmou  a Presidente da Câmara Municipal, Luísa Salgueiro, depois de inaugurar o Parque Canino da Seara, no Dia Mundial do Animal.

Presentes estiveram ainda o Vereador do Ambiente, António Correia Pinto, a vereadora da Modernização Administrativa, Ângela Miranda, o administrador da MatosinhosHabit, Tiago Maia, a administradora da Matosinhos Sport, Helena Vaz, e o presidente da junta da união das freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira, Pedro Sousa.

Localizado junto ao Conjunto Habitacional da Seara, em Matosinhos, o espaço, com 1.790 m2, reúne todas as condições para que os cães circulem livremente e socializem com outros cães, sempre com a supervisão dos donos.

O equipamento é vedado e contém zonas verdes e de recreio, bebedouros, recetáculos de lixos e dispensador de sacos para remoção de dejetos, entre outras valências, representando um investimento da autarquia superior a 30 mil euros.

Este espaço é o segundo do género no concelho, depois da construção do Parque Canino do Parque Ambiental da Ribeira de Picoutos, que entrou em funcionamento em 2017. Depois de Matosinhos, será a vez de S. Mamede de Infesta acolher o Parque Canino do Seixo, em fase final de projeto.

A remodelação e ampliação das atuais instalações do CROAM, o reforço da equipa com a contratação de mais profissionais, a construção de um parque para as matilhas, o projeto do Centro de Recolha Animal da Sociedade Protetora dos Animais (com capacidade para mais de 1.000 animais), a nova plataforma informática de gestão e monitorização das colónias de gatos de rua, são alguns dos projetos em curso que, no total, representam um investimento municipal de 1,5 milhões de euros.

EnglishFrenchPortugueseSpanish