Deixe o seu “Mini” ser um cão!

Apesar do seu tamanho um cão Mini necessita dos mesmos cuidados que os outros cães de maior porte e, acima de tudo, o dono deve permitir-lhe viver como um cão!

É um erro escolher um cão Mini baseado fundamentalmente no espaço reduzido da nossa casa e/ou na falta de tempo.

Um cão de porte pequeno não significa que vai dar menos problemas, que necessita de menos atenção ou que fique satisfeito com qualquer coisa. Aliás, muitos precisam de mais tempo e exercício que alguns cães de grande porte.

Para ter um cão Mini equilibrado e livre de problemas de comportamento não nos podemos esquecer que é um cão! Deve ter oportunidade de viver como um cão – jogar, passear, interagir, relacionar-se e cheirar o mundo que o rodeia.

Infelizmente, muitos são tratados, mimados, transportados e manipulados como bebés. Há cães pequenos que passam mais tempo ao colo e nos braços, do que no chão.

Muitos donos pensam que um cão Mini não necessita de sair a passear, ou que necessita de passear menos. Colocam um tabuleiro de higiene em casa e tentam ensinar o cão a fazer aí as suas necessidades. Um cão Mini precisa de ir à rua e de fazer exercício!

O passeio é fundamental para todos os cães, independentemente do seu tamanho. É o momento em que é estimulado mentalmente, em que se conecta com o mundo exterior e estabelece relações sociais.

Ter um cão Mini que em adulto seja equilibrado e livre de problemas requer dedicação, informação e, sobretudo, proporcionar-lhe os estímulos de que necessita em cada momento.

EnglishFrenchPortugueseSpanish