Lisboa | Câmara Municipal vai apoiar a União Zoófila

Foi assinado a 27 de maio, na Casa dos Animais, em Monsanto, um Contrato Programa entre a Câmara Municipal de Lisboa e a União Zoófila, traduzido num apoio financeiro de cerca de 100 mil euros.

Destina-se a adquirir um equipamento cirúrgico, jaulas de internamento, raio X e ecógrafo, em virtude dos equipamentos existentes na UZ estarem fora de serviço e obsoletos.

“A palavra hoje não é lotaria, mas sim compromisso. A UZ é na cidade de Lisboa um parceiro incontornável no bem-estar dos animais. Podemos afirmar que somos uma cidade capital europeia do Século XXI e que valoriza os seus animais”, afirmou o vereador da Proteção Civil, Carlos Manuel Castro.

Este agradeceu ainda à presidente da UZ, Luísa Barroso e à Casa dos Animais pelo “excelente” trabalho que tem vindo a ser desenvolvido.

A partir de agora e sempre que se entenda necessário, fica também o compromisso da UZ receber os animais da CAL para que possam utilizar esses meios, nomeadamente, o raio X e o ecógrafo.

A União Zoófila é uma associação de utilidade pública administrativa sem fins lucrativos. Nasceu em 17 de novembro de 1951 com a missão de defender, proteger e tratar animais domésticos em risco. Vive do pagamento das quotas dos seus sócios e dos donativos feitos por pessoas que se sensibilizam com a causa animal. Alberga centenas de cães e gatos trabalhando diariamente para que todos eles tenham as melhores condições possíveis.

Conforme explicam no comunicado no website do Município, a Polícia de Segurança Pública e a Polícia Municipal solicitam com frequência à UZ o acolhimento de animais, principalmente cães, em situação de abandono na via pública ou dentro das habitações, solicitações que a UZ acede na medida das suas capacidades avaliando a real capacidade de proporcionar a tais animais condições dignas de vida.

EnglishFrenchPortugueseSpanish