Vila Real | Município aposta na esterilização para controlar animais de rua

O projeto “Animais sem companhia”, proposto pela plataforma Proanimal, foi um dos projetos vencedores da última edição do orçamento participativo da Junta de Freguesia de Vila Real.

Criada há oito anos, a Associação de Proteção Animal de Vila Real – Plataforma Proanimal é um projeto que vive do voluntariado e de donativos.

Em declarações à Lusa, António Brandão, um dos responsáveis pela Associação explica que “as campanhas de esterilização em massa de animais, com ou sem dono, são a solução para reduzirmos drasticamente o número de cães e gatos na rua”.

A Proanimal vai utilizar os 8.000€ recebidos através do orçamento participativo da Junta de Freguesia de Vila Real para campanhas eficazes de sensibilização e de esterilização.

Desde o início do ano já foram esterilizados cerca de 100 cães e gatos, tendo sido aplicada metade da verba. Estas ações permitem o controlo populacional dos animais errantes e aumentar o número de adoções deste tipo de animais.

Atenta à problemática animal está também a Câmara de Vila Real que anunciou um apoio de 5.000€ para a Proanimal, uma ajuda à esterilização dos animais, podemos ler na mesma notícia. António Brandão especificou que o apoio financeiro será aplicado no pagamento das dívidas da organização.

O vereador da Câmara de Vila Real, Carlos Silva, disse que o município se candidatou aos apoios da Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), e que a verba de 15 mil euros se destina a ajudar os munícipes que pretendam esterilizar cães e gatos.

Será atribuído um apoio que vai dos 15€ para gatos até aos 55€ para fêmeas e os munícipes poderão ainda usufruir dos protocolos que a Plataforma tem firmados com algumas clínicas e hospitais veterinários e que permitem fazer as esterilizações a preços mais reduzidos.

O vereador salientou que a câmara está “empenhada em reduzir o número de animais errantes no concelho” e “contribuir para o bem-estar dos animais de companhia”.

Foi também anunciada a criação do primeiro Parque Canino do concelho para dar resposta a uma reivindicação dos detentores de animais de companhia.

O projeto representa um investimento de 10.000€, vai ser construído na zona de Lordelo e deverá entrar em funcionamento em 2020.

EnglishFrenchPortugueseSpanish