O que é o Treibball?

O Treibball teve origem na Alemanha em 2003 e as primeiras competições formais ocorreram em 2008. É também conhecido como Pastoreio Urbano, em reconhecimento da sua origem como uma atividade alternativa para cães pastores que não tinham acesso a ovelhas, de forma a fornecer-lhes a atividade física e mental de que precisavam.

Colocámos algumas questões a Natália Bravo, do Grupo “Treibball – Pastoreio Urbano Portugal”, no Facebook, que tem sido uma das dinamizadoras desta modalidade, ainda muito recente no nosso país.

Como surgiu esta modalidade?
O Treibball ou Pastoreio urbano foi desenvolvido por Jan Nijboer (Natural Dogmanship), em 2003, durante as pausas de pastoreio com ovelhas.
Os cães de pastoreio de Jan Nijboer preferiam empurrar barris em vez de procurar os dummys escondidos por trás dos mesmos. Por isso, este acabou por pedir que os cães empurrassem os barris. Inspirado também por dois cães Boxer que viu a jogar um género de futebol canino com bolas de ginástica.
Assim nasceu a ideia do Treibball.

Como se processa?
O cão aprende a posicionar-se atrás das bolas de ginástica (que são as “ovelhas”) colocadas a meio do campo e depois conforme a instruções do condutor conduz as bolas até uma baliza. Dependendo do nível de dificuldade, podem ser 1 a 3 bolas a uma distância de 5 metros da baliza ou até 8 bolas a 12,50 metros da baliza.
Nos últimos anos o Treibball tornou-se mais criativo, com temas muito variados. Um ótimo exemplo é o trabalho inovador da treinadora alemã Anja Jakob.
Para visualizar melhor o que é o Treiball veja este vídeo da treinadora alemã Anja Jakob, durante um Campeonato de Treibball na Alemanha, onde ficou em 1º lugar.

Que material é preciso?
O treino dos vários comportamentos pode ser feito com material do dia-a-dia. Muitas vezes usam-se cones ou garrafões de água para fazer de barreiras e objetos para dar voltas.
Muitos comportamentos podem ser treinados em casa, sem usar a bola de ginástica.

Em que local se pode praticar?
Pode fazer Treiball com o seu cão em casa, num jardim, em parques, na praia… no fundo não há limites.

Que cães podem fazer este desporto?
O Treibball é um desporto que fortalece os laços entre o cão e o condutor, e que usa métodos de treino sem o uso de força, podendo ser praticado por cães de porte pequeno ou grande, e por cães novos ou mais velhos.
O seu cão não precisa de ser um “pastor” ou ter LOP/Pedigree.
Há classes para todos os tamanhos e níveis para todas as capacidades. Apesar do jogo “normal” funcionar com 8 bolas num campo relativamente grande, no nível de iniciantes ou na classe de “diversão” basta conseguir empurrar 1 bola para a baliza onde estará o condutor.
O que conta mesmo é estreitar os laços entre o cão e o condutor, quando se treina, e que todos se divirtam.

Há raças que têm melhor desempenho nesta modalidade?
Sendo um desporto derivado do Pastoreio há quem diga que as raças “pastores” são ótimas para o Treibball e muitos treinadores têm Border Collies (como a Anja Jakob e a Nancy Tanner), mas, por exemplo, na República Checa, país onde o Treibball está a ter um sucesso enorme, usam também o Cão Boeiro de Entlebuch.

Quais as vantagens de fazer esta modalidade?
A meu ver é um desporto bastante versátil, com baixo risco de o cão sofrer lesões, porque não é um desporto de alto impacto. Ao mesmo tempo não existem limites para a criatividade nesta modalidade.

Como é que os interessados podem começar a praticar Treibball?
Muitas vezes podem-se aproveitar comportamentos já conhecidos, como o tocar com o nariz na palma da mão ou em objetos para ensinar a empurrar a bola.
O “ir para o sítio” pode ser reaproveitado para um trabalho com alvos (targets) que é utilizado para o posicionamento atrás de objetos (cones ou bolas).
Outros comportamentos são: dar a volta a objetos no sentido dos ponteiros do relógio (muitas vezes usando termos ingleses do pastoreio como “come bye” e “away”) e ao contrário dos ponteiros do relógio.

Em Portugal, onde se pode praticar?
Ainda não existe um grupo de treino fixo, contudo estou ao dispor para combinar treinos.
Se ponderar treinar Treibball com o seu cão, mas não tem bem a certeza se ele terá capacidades para tal, junte-se ao Grupo Treibball – Pastoreio Urbano Portugal no Facebook.

Quais as razões pelas quais gosta de praticar Treibball?
1. Todos os cães podem praticar Treibball, prova disto é este vídeo de um cão cego a jogar Treibball.
2. Pratico Canicross, mas não gosto de correr num campo com equipamento de Agility. Prefiro estar parada numa baliza a trabalhar em equipa com o meu cão.
3. Gosto de fazer uma boa equipa com os meus cães e conseguir isso de forma amigável, por isso agrada-me que no regulamento do Treibball se refira sempre o facto de treinar com métodos amigáveis (force-free)
4. Estou fascinada com as possibilidades criativas que o Treibball oferece. Partilho dois vídeos da treinadora alemã Anja Jakob na prova Grand Canyon, um com um Pug e outro com um Border Collie.

Onde certificar os comportamentos treinados
» World Treibball League
» NATE
» American Treibball Association
» Dog Scouts of America

Partilhar
EnglishFrenchPortugueseSpanish