Um tesouro nacional da Finlândia

De origem finlandesa, o Cão de Ursos da Carélia é considerado um tesouro nacional, estando na lista das 10 raças mais comuns na Finlândia. Contudo, não é muito comum no restante território, fazendo parte do pequeno grupo das raças mais raras do Mundo.

Pela sua raridade, é muito difícil encontrar alguma informação fidedigna sobre a origem da raça, no entanto, pensa-se que a sua origem seja o Komi (ou Zyrian), um cão de caça antigo que acompanhou os Vikings nas suas viagens e conquistas, providenciando proteção, mas especialmente auxílio na caça. O Komi deu origem a várias outras raças, nomeadamente, na Rússia, ao Laika Russo-Europeu (bastante semelhante ao Cão de Ursos da Carélia), Laika da Sibéria de Leste e Laika da Sibéria Oeste.

Komi

Em 1936 veio-se a iniciar a sua criação, selecionando exemplares específicos para obter um cão robusto e corajoso, destemido, com reflexos rápidos e um latido persistente. A cor da sua pelagem era um pouco diferente da atual, sendo que na altura era um cão tricolor e hoje preto e branco.

Photographs above were provided by Vladimir Beregovoy; lower left was photographed by L.V.Girshfeld, 1926; others photographed by N.P. Naumov, 1926-1927).

Apenas em 1945 o estalão da raça foi reconhecido pelos Clubes Escandinavo e Finlandês e os primeiros exemplares registados em 1946.

Classe de Campeões machos no “Kouvola’s Winterdays Show”, em 1960.

Desde o seu reconhecimento oficial que o cão de Ursos da Carélia é uma raça sujeita a provas de caça, beleza e caráter, principalmente nos Países Nórdicos. É muito importante que o sangue que lhes corre nas veias seja um sangue cheio de instintos para a caça, beleza e sobretudo um caráter típico.

Inicialmente, caçavam pequenos animais como esquilos e aves, mas com o passar dos anos e devido a determinadas necessidades do povo finlandês, o seu papel tornou-se cada vez mais importante na caça maior: javalis, alces e até mesmo ursos. Receberam este nome por se mostrarem tão destemidos e necessários, não só na caça como na proteção contra ursos.

Caçadores numa área algures perto de Vepsäslampi.

Nos dias de hoje, quase que se tornou uma moda entre caçadores de todo o mundo pelas suas características. No entanto, um pouco por todo o globo terrestre o Cão de Ursos da Carélia não só mantém as suas funções originais de caça como é utilizado na preservação de várias espécies de ursos, afastando-os do ser humano, e é um dos favoritos na área de Busca e Salvamento.

Texto: Nádia Rodrigues, do afixo “da VIlla Saloia”

Clique AQUI para voltar ao artigo principal.

EnglishFrenchPortugueseSpanish