CÃO DO BARROCAL ALGARVIO

A origem deste cão é muito antiga. Sabe-se que sempre conheceu grande popularidade entre os habitantes do Algarve, sobretudo a nível da sub-região do Barrocal, que apresenta características geofísicas particulares, tais como, solos calcários, pedregosos com afloramentos rochosos.

Terá sido o resultado de cruzamentos bem sucedidos entre vários tipos de cães, que forjaram um cão de temperamento próprio, perfeitamente adaptado e eficiente nos terrenos mais inóspitos. Ao longo dos anos o Cão do Barrocal Algarvio tem sido identificado por caçadores, e não só, como Cão “abandeirado”, “fraldado”, “felpudo” ou “gadelhudo” devido a forma e porte da sua cauda e ao pelo meio comprido e macio.

Cão de corpulência média, rústico e bem proporcionado, com característico porte de cauda em cimitarra. A cabeça tem forma piramidal com orelhas erectas e chanfro cónico truncado na ponta. Apresenta pouco dimorfismo sexual.

Cão de caça por excelência, resistente, rápido e ágil. Dócil por natureza e de maneio fácil. Muito vivo e inteligente.

Fonte: Clube Português de Canicultura
Pode consultar o estalão completo da raça AQUI.

PUBLICIDADE

EnglishFrenchPortugueseSpanish