CÃO DA SERRA DE AIRES

Cão de gado originário do Alentejo, utilizado na condução e guarda de rebanhos de ovelhas e cabras, de suínos, de bovinos e de equinos. É perfeitamente adaptado à grande amplitude térmica desta região e dotado de uma grande resistência, o que lhe permite percorrer longas distâncias na condução do gado pela planície Alentejana.

Cão de tamanho médio, sublongilíneo, dotado de rusticidade e sobriedade apreciáveis, extremamente ágil e rápido, com movimentos amplos e elásticos, de pelo longo e textura cáprea, sem sub-pelo. Tem atitudes e aspecto simiescos, pelo que na sua região de origem, é conhecido pelo nome de “cão macaco”.

Excecionalmente inteligente e muito vivo. De uma dedicação extrema ao pastor e ao rebanho que lhe é confiado; é distante perante os estranhos e vigilante de noite. Hoje em dia é também um excelente cão de companhia, de desporto e de guarda. Distingue-se pela forma hábil como conduz e mantém o gado nas pastagens e como encontra os animais tresmalhados. Sempre atento, sinaliza com sucesso a proximidade de predadores. Executa o seu trabalho com prazer.

Fonte: Clube Português de Canicultura
Pode consultar o estalão completo da raça AQUI.

"Portalegre", o Cão da Serra de Aires do Presidente da República

Este ano, Portalegre foi palco das comemorações do Dia de Portugal, as cerimónias contaram com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ao qual foi oferecido um exemplar da raça nacional Cão da Serra de Aires, de nome "Portalegre".

Clique AQUI para ler o artigo completo

Cão da Serra de Aires | História deste cão pastor alentejano

O Cão da Serra de Aires é originário do imenso Alentejo, devendo a raça o nome ao Monte da Serra de Aires, propriedade rural situada em Portalegre. Conheça melhor a história desta raça portuguesa de singular beleza e rusticidade.

Clique AQUI para ler o artigo completo

Reportagens

» 30ª Exposição Canina Monográfica - 07/09/2019

PUBLICIDADE